O Museuonlinesfi apresenta dois talentos que muitos de nosso Município não conhecem, a Emily Carneiro e Maísa Junqueira da Silva, de Travessão de Barra, bairro de São Francisco de Itabapoana-RJ . Nesse vídeo expressam seus talentos cantando uma linda música. Parabéns as duas talentosas


Emily Carneiro e Maísa Junqueira da Silva, - Nossos Talentos

Documentário enviado pelo colaborador do Museuonlinesfi GIANCARLO DE LUCA
COMPARTILHE, seja um colaborador e ajude com a iniciativa!
Clique no link e saiba como VOCÊ pode colaborar.
http://museuonlinesfi.blogspot.com.br/p/blog-page_21.html

Gargaú - Uma Viagem no Tempo 1991/2000

Bela borboleta negra com detalhes brancos com um rosa avermelhado e com uma bela cauda de andorinha.

Classificação científicaReino: Animalia

Filo: Arthropoda

Classe: Insecta

Ordem: Lepidoptera

Família: Papilionidae
Género: Parides
Espécie: P. ascanius
Nome binomial: Parides ascanius
(Cramer, 1775)

A borboleta-da-restiga ou borboleta-da-praia (Parides ascanius) é uma borboleta da família dos papilionídeos, encontrada somente em algumas restingas paludosas do estado brasileiro do Rio de Janeiro, como em Gargaú, em São Francisco do Itabapoana (fotos).
Tem asas negras e brancas, com característica mancha rubra nas asas posteriores.
Foi a primeira espécie de inseto brasileiro a entrar na lista de espécies ameaçadas de extinção no Brasil.

Endêmica do Rio de Janeiro, ela ocorre em pequenas manchas de vegetação brejosa ou pantanosa entre os municípios de Atafona (São João da Barra) e Itaguaí, e tem como única planta hospedeira Aristolochia macroura (Aristolochiaceae), conhecida como jarrinha (foto).
Seu adulto, nectívoro, tem como flor favorita a flor de Lantana camara (Verbanaceae), conhecida como cambará.

Sua lagarta armazena substâncias tóxicas das folhas ou galhos, passando para os adultos, tornando-se impalatável para alguns predadores.

O adulto voa praticamente o ano todo, podendo ter diapausa, na fase de crisálida, durante o inverno.

O hábito monófago da lagarta torna esta espécie ainda mais suscetível à extinção.

Atualmente suas populações se restringem a poucas regiões em áreas ou habitats específicos e sob forte impacto antrópico.
A destruição de áreas de vegetação brejosa ou pantanosa em todo Rio de Janeiro é a principal causa da ameaça a essa espécie.

NATUREZA - BORBOLETA-DA-RESTINGA -GARGAÚ

FOTOS TIRADAS PELO BARÃO KUMMER 
PESCADOR 


 PESCADORES DE BARRA DO ITABAPOANA EM CANOA FEITO TRONCO DE ÁRVORE 
 FAMÍLIA PASSANDO EM FRENTE A CASA DO BARÃO 
 TRABALHADORES DA FÁBRICA TIPITY CARREGANDO NAVIO

PREPARATIVOS DA PROCISSÃO FLUVIAL 


PESCADORES






EXPOSIÇÃO - COTIDIANO DA VILA DE ITABAPOANA - DÉCADA DE 40

FOTO CEDIDAS POR LUCIANO DO CARTÓRIO 

FOTOS DE MUTIRÃO ENTRE MORADORES COMBATENDO ENCHENTE EM BARRA DO ITABAPOANA- Ano?

FOTO QUE PRECISA DE LEGENDA, NÃO SABEMOS O NOME DE TODOS .
SE VOCÊ QUER HOMENAGEAR MANDE A SUA TAMBÉM PARTICIPE .

PROJETO - HOMENAGEM - PROCISSÃO DE SÃO SEBASTIÃO EM BARRA DO ITABAPOANA - RJ

O fundador da Tipity o Barão Ludwig Von Kummer, barão legítimo, da mais pura linhagem contemporânea dos Habsburgos.                                                                                            Seu título é
desses que só puderam ser conquistados por feitos d’armas, como os que foram realizados pelos seus ancestrais, em 1683, quando os maometanos de Rara Mustafá sitiaram Viena, pela segunda vez, na sua história e ao tempo do Sultão Mahomed IV, fazendo-o com um exército de 200.000 homens. Um rei polonês, Sobieski, espalhou-os, como aliado dos austríacos, às portas da capital.
Kummer, quando chegou ao Brasil, foragido da guerra nazista (Grupo Áustria Livre), como proclamava, trazia o aspecto marcial de prussiano sem monóculo, rígido de formas e mais firme ainda na vontade. Era capaz de retirar um caminhão de qualquer atoleiro com a mesma facilidade com que, sozinho, poderia desmontar motores e substituir pistões e Molas de segmento, tornear peças ou manobrar tratores, empurrando arados ou puxando “bullgraders”. Parecia um nobre dos da corte de um Pedro, o Grande, da Rússia, o rei operário. E quase sempre se transformava também num Frederico II, da Prússia, com a diferença de que, ao invés de tocar flauta e sem ser musicista, só sabe extasiar-se com Mozart, Haydn ou Beethoven. Também recita Goethe ou Shakespeare, de cor. Por isso tudo, ás vezes, julgavam-no um estrategista escondido aos olhos caboclos, como um Napoleão sob o manto de pianista, disfarçado leal servidor, espia de Rei Sargento moderno, do cabo .Adolf Schkkelgruber Hitler. No fundo, porém, Kummer era bem vassalo fiel de Rei Sacristão, defensor da Áustria invadida e sacrificada por filho espúrio.

FONTE:LIVRO "DEPOIMENTO" JULIO DE MIRANDA BASTOS -1948
fonte: blog do barão da Tipity

PERFIL DO BARÃO LUDWIG KUMMER

Este vídeo é apenas uma animação da equipe do museuonlinesfi - quer fazer parte da equipe ?

TIPITY-1940 - ANIMAÇÃO



FOTO ORIGINAL 
FOTO ENVIADA PELA COLABORADORA  Aria Cukier

FOTO ANTIGA PERTO DO BATELOS EM SANTA CLARA -1982

NÃO SABEMOS O ANO AINDA 
 FOTO ORIGINAL 
FOTO DO COLABORADOR Sipriano Silva Batalha DE BARRA DO ITABAPOANA-

FOTO ANTIGA DA PROCISSÃO DE SÃO SEBASTIÃO EM BARRA DO ITABAPOANA -

 QUEM PODE NOS  AJUDAR? NÃO SABEMOS O NOME DE TODOS OS JUGADORES DESSE TIME !!!!

LALAU,???,TENORO,????,REINALDO, ZEZE,MACHADO,
SERGINHO,SADI,???,????GILSON, NENÊ,GRIMALDO

FOTO ORIGINAL ABAIXO 

F

TIME DO ANTIGO SERTÃO DA LOCALIDADE DE BOM LUGAR - RESTAURAÇÃO

Naufrágio encontrado pela equipe da operadora Atlantes de Guarapari, durante uma expedição realizada em 20/12/2005.

Localização31 milhas de terra – Ponta do Buriri – Barra de Itabapoana
Profundidade (m)33
Visibilidade (m)20
EstadoInteiro
TipoCasco de aço em posição de navegação. Possibilidade de ser uma Chata de Combustível.
Dimensões (m)35

NAUFRÁGIO ENCONTRADO EM GURIRI

TIPITY 1940

INAUGURAÇÃO DO Vapor "ITABAPOANA" 1864
DECRETO N. 3.232 - DE 10 DE MARÇO DE 1864
Concede á Carlos Pinto de Figueiredo e Eduardo Joaquim Pereira de Oliveira privilegio por dez annos para estabelecerem a navegação por vapor no rio Itabapoana.
Attendendo ao que Me representárão Carlos Pinto de Figueiredo e Eduardo Joaquim Pereira de Oliveira, Hei por bem, na conformidade da Lei nº 60 de 8 de Outubro de 1833, Conceder-lhes privilegio por tempo de dez annos para estabelecerem, por si ou por meio de uma Companhia, a navegação por vapor no rio Itabapoana, nas Provincias do Rio de Janeiro e Espirito Santo, mediante as clausulas, que com este baixão, assinadas por Domiciano Leite Ribeiro, do Meu Conselho, Ministro e Secretario de Estado dos Negocios da Agricultura, Commercio e Obras Publicas, que assim o tenha entendido e faça executar. Palacio do Rio de Janeiro em dez de Março de mil oitocentos sessenta e quatro, quadragesimo terceiro da Independencia e do Imperio.
Com a Rubrica de Sua Magestade o Imperador.
Domiciano Leite Ribeiro.
Clausulas a que se refere o Decreto nº 3.232 de 10 de Março de 1864.
Os concessionarios se obrigão a estabelecer, por si ou por meio de uma Companhia, a navegação por vapor no rio Itabapoana desde a sua foz, no Oceano, até o porto da Limeira.
Esta navegação deverá ter começo dentro do prazo de um anno, contado desta data, e será continuada com toda a regularidade emquanto durar o presente privilegio.
Os concessionarios declararáõ perante o Ministerio da Agricultura, Commercio e Obras Publicas o numero de viagens que deveráõ fazer durante o anno, especificando as épocas, em que terão lugar; e não poderão alterar o numero e a ordem das viagens estabelecidas, salvo se provarem, a contento do Governo Imperial, a conveniencia da alteração.
Apresentaráõ á approvação do mesmo Governo a tabella dos preços de transporte dos passageiros e cargas, a qual não podera nunca ser alterada sem autorisação delle.
Esta concessão será nulla e de nenhum efeito se dentro do prazo marcado na clausula segunda não estiver estabelecida a navegação, e com toda regularidade. Caducará tambem no caso de ficar interrompida por mais de seis mezes, sem motivo justificado perante o Ministerio da Agricultura.
Em cada viagem de ida ou de volta, terão passagem gratuita, pagando, porém, as respectivas comedorias, até duas pessoas, que forem empregadas em serviço do Governo, precedendo ordem por escripto. Não se utilisando o Governo, em qualquer viagem, das duas passagens gratuitas, não poderá por isso dispôr de maior numero de lugares em qualquer das viagens seguintes.
Será tambem gratuito o transporte das malas do Correio, e bem assim de quaesquer sommas e cargas mandadas pelo Governo, não excedendo ao peso de trinta e seis arrobas em cada viagem, ou de ida ou de volta. As cargas serão recebidas e entregues á bordo, e as malas nas Agencias, ou a pessoas competentemente autorisadas.
O Governo pagará vinte por cento menos do que os particulares pelo transporte de colonos e passagens, e pelo frete de cargas.
Findo o prazo do privilegio, os concessionarios ou a Companhia que organisarem, perderáõ o direito ás obras que tiverem feito no leito do rio ou na sua foz, para facilitarem a navegação, sem direito algum á qualquer indemnisação.
Palacio do Rio de Janeiro em 10 de Março de 1864. - Domiciano Leite Ribeiro.
FONTE:http://legis.senado.gov.br
FOTO DO ESTALEIRO DE ALBERTO SIMÕES COM AO QUE PARECE COM UMA EMBARCAÇÃO A VAPOR
 MODELO SIMILAR AO ITABAPOANA 
MONTAGEM

VAPOR ITABAPOANA- SÉCULO 19(XIX) EM BARRA DO ITABAPOANA-RJ

PROJETOS







REDE DE BLOGS